Jorge Kaiser



O expedicionário

Jorge Luiz Kaiser Carvalho Junior, 35 anos, comerciante e acadêmico do Curso de Geografia, formado Socorrista de Primeira Resposta pela Cruz Vermelha. Formado no Curso de Técnicas Verticais pela Empresa Vertex. Participou do Curso de formação de Guias de Turismo de Aventuras em Osório/RS. Participou do Curso de formação de Ecoeducadores (Unidade de Conservação e Parques Nacionais) na Reserva Biológica do Lami – Porto Alegre/RS.

Participação em Fóruns da Fundacion Escuela Argentina de Socorrismo Y Primeros Auxílios.

Participou de competições de ciclismo entre 1996 e 2005, tendo participado de voltas ciclísticas internacionais na categoria elite.

Em 2005 realizou uma viagem de bicicleta entre Porto Alegre e Foz do Iguaçu via Argentina, totalizando 1.100 km.

Entre 2004 e 2012 realizou diversas expedições de Trekking e Mountain Bike, inclusive guiando grupos na Região dos Aparados da Serra e Serra Geral.

Realizou três expedições ao Monte Aconcágua (6.962m), na Cordilheira dos Andes nos anos de 2006, 2007 e 2008.

Em 2006 e 2008 escalou o Cerro Santa Elena (4.200m), na fronteira da Argentina com o Chile, também na Cordilheira dos Andes.

Em 2007 atravessou o Passo de Los Libertadores (3.200m), nos Andes Argentinos, de bicicleta.

Em 2010 e 2012 chegou ao cume do Monte Negro (1.403m), ponto mais alto do Rio Grande do Sul, também de bicicleta.

Em janeiro de 2011 realizou a Expedição Lagoa dos Patos em Sete Dias de Bicicleta, aonde percorreu 865 km ao redor de toda a lagoa solo.

Em novembro e dezembro de 2011 realizou a 1ª Expedição do Projeto Travessia Ruta 40 de Bicicleta, percorrendo toda a região central da Ruta 40 na Argentina, cerca 1200km de bicicleta e ainda escalou o Cerro Penitentes 4351m, o Cerro de la Virgen 1149m e chegou a 2600m do Vulcão Lanin 3776m, tendo que abandonar a montanha em meio a uma tempestade.

Em maio de 2012 realizou a Expedição Lagoa Mirim de Bike, percorrendo 635km em estradas brasileiras e uruguaias ao redor desta lagoa, concluindo todo o contorno da lagoa em 6 dias de pedal.

            Em outubro e novembro de 2012 realizou a 2ª Expedição do Projeto Travessia Ruta 40 de Bicicleta, que teve a duração de 23 dias, percorrendo toda a região norte da Ruta 40 na Argentina, cerca de 1818km de bicicleta. Atingiu a marca de quase 5000m de altitude pedalando na passagem pelo passo de montanha Abra del Acay, considerado a passagem de uma rodovia nacional mais alta do mundo e ainda realizou a ascensão de duas montanhas andinas, o Cerro Terciopelo 4012m e o Cerro Banderita Norte 3918m.


          Em maio de 2013 realizou uma travessia inédita de bicicleta. A expedição Torres Chui de bicicleta, realizando de forma integral e sem apoio a travessia de todo o litoral do Rio Grande do Sul. Percorrendo quase 800 Km pela faixa de areia, inclusive assim, atravessando toda a extensão da praia do Cassino, considerada a maior praia do Mundo em extensão e uma das mais desertas e selvagens.

             Em março de 2014, participou das 200 milhas Internacionais de Montevideo no Uruguai, completando as 5 etapas da competição e finalizando entre os top 20.                                                                                               Em maio de 2014, participou de uma das provas de mountain bike mais difíceis do Mundo, o Atacama Challenger 2014, competição dividida em três etapas realizada no deserto mais árido e inóspito do Planeta. Numa das etapas realizou ascensão de bike até a base do vulcão Licancabur 5.950m. Completou a prova, ficando com uma boa colocação.
                                                                                                                                                                                 No segundo semestre de 2014, participou de inúmeras provas de ciclismo no RS, sempre alcançando bons resultados.

              Jorge Kaiser pratica o ciclismo a mais de 21 anos e estima se que já tenha percorrido mais de 200 mil km ao longo de sua carreira, entre treinamentos, competições e expedições. Isso equivale a quase 5 voltas completas na circunferencia do planeta Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário